Os dois Pecados do Povo de Deus (Jr. 2) – Pr. Samuel Suana

“Houve alguma nação que trocasse os seus deuses, posto não serem deuses? Todavia, o meu povo trocou a sua glória pelo que é de nenhum proveito. Espantai-vos disto, ó céus, e horrorizai-vos! Ficai verdadeiramente desolados, diz o Senhor. Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas” Jr 2.11-13.

Jeremias foi chamado por Deus para profetizar ao povo de Deus! Um povo que estava acostumado com os elementos da religião de Deus. Um povo que tinha uma linda história de intervenções especiais efetuadas pelo Todo Poderoso Criador dos céus e da terra. Apesar de tudo isso, esse povo, nesse momento específico, precisava ouvir a voz de Deus e fazer algumas correções necessárias em sua prática espiritual.
De acordo com o texto supracitado, o povo de Deus havia trocado o Senhor. Havia abandonado o Deus que manifestou amor e cuidado, tanto com a eleição de Israel, bem como com a sustentação e cuidado em sua trajetória cheia de lutas e dificuldades; altos e baixos; perigos, espada, oposições e desafios outros que marcaram sua heroica história.
O que pode levar um povo escolhido por Deus a quebrar a aliança e desprezar a Fonte da Graça? Não há nada que justifique essa atitude insana, senão o descaso ao favor divino e a atitude soberba de um coração que está encharcado de pecado, levando à perda da sensibilidade espiritual e a completa cegueira pela Revelação divina.
Além do abandono ao Senhor, o profeta denuncia um outro pecado de igual modo detestável: A troca! Deixar o Senhor e o culto devido ao Seu nome e abraçar os ídolos, como sendo os promovedores da graça, cuidado, amparo e direção! Que tristeza! Como os ídolos entorpecem! Como Israel ficou doente por esses erros cometidos!
A essência da idolatria é a destituição do Senhor do Seu lugar de honra no coração humano. A idolatria é o desprezo ao senhorio do Rei dos Reis. É o voltar-se para caprichos e ambições pessoais e abrir mão da obediência e cumprimento dos preceitos do Senhor. A idolatria ainda campeia na seara cristã, procurando corações frágeis e descompromissados com as ordens divinas.
É necessário quebrantamento para que não se cumpra o que está em Jr 2.19: “A tua malícia te castigará, e as tuas apostasias te reprenderão; sabe, pois, e vê, que mau e quão amargo é deixares ao Senhor teu Deus, e não teres o meu temor contigo, diz o Senhor Jeová dos Exércitos.” Que o Senhor nos ajude para que tenhamos postura correta de povo de Deus nesse tempo!

 

Pr. Samuel Suana, dirige a igreja O BRASIL PARA CRISTO  em Pindamonhagaba – SP, Superintendente do Vale do Paraíba, e é tambem  escritor.